Stranger: você simplesmente TEM que assistir!

Atualizado: 29 de jun. de 2021

O post da semana é dedicado a uma resenha, dentre tantas que eu quero e preciso escrever. E não é sobre uma série BL, apesar de que tenho VÁRIAS para divulgar e que valem a pena caçar na TV ou internet para conhecer.

Dessa vez, vou falar de “Stranger”, uma série sul-coreana que você simplesmente TEM que assistir! Ainda mais se gosta do gênero policial.


Stranger | Divulgação temporada 1


“Stranger” foi lançada na Coreia em 2017, mas só chamou mesmo a minha atenção em 2019 e, hoje, fico pensando “quanto tempo perdi sem ver isso!”. A Coreia do Sul e a China são responsáveis por algumas das histórias mais incríveis, com tramas mais bem amarradas e romances mais profundos que já tive oportunidade de ver ou ler. E olha que vejo e leio MUITO. Muito mais que a média da população.

Caso você tenha algum tipo de ressalva, conceito pré-concebido ou qualquer coisa que te impeça de dar uma chance a histórias do leste asiático, “Stranger” é uma boa oportunidade de experimentar algo novo e se surpreender. Acredite em mim, você vai começar a procurar e assistir tudo o que estiver disponível.


A SINOPSE OFICIAL EM PORTUGUÊS

Um dos pontos negativos de assistir séries coreanas, chinesas, tailandesas e por aí vai, é que não temos acesso ao idioma original. Então, ficamos à mercê das traduções (rezando para que sejam realmente boas).

A única resenha de “Stranger” que encontrei de fonte oficial (e, portanto, confiável) foi a da própria Netflix. E, apesar de ser excelente em quase tudo, sabemos que as resenhas da Netflix, geralmente, deixam muito a desejar. Desculpe, @Netflix, mas é verdade.

Mesmo assim, vou colocá-la aqui, junto com algumas informações oficiais da série. Minha resenha crítica e meu resumo estarão logo em seguida, OK?

 

Stranger | Divulgação temporada 1


Título: Stranger

País de origem: Coreia

Sinopse: Com a ajuda de uma detetive ousada, um promotor nada empático investiga um caso de assassinato e corrupção política.

Estrelando: Cho Seung-woo, Bae Doona, Jeon Hye-jin (simplesmente sensacionais! Todos eles, sem exceção)

Criação: Lee Soo-yeon, Park Hyeon-seok, An Gil-ho

Primeira temporada 2017: 16 episódios, com média de 50 a 60 minutos cada um (sem intervalo, pessoal)

Segunda temporada 2020: 16 episódios, com média de 60 a 70 minutos cada um (mesmo esquema da temporada anterior: sem pausa!).


 

A MINHA VERSÃO DOS FATOS ^.^

“Stranger” é uma típica série policial, ou seja, com todos os elementos de suspense, jogadas políticas, crimes, suspeitos, conexões que fazem a gente ficar com os olhos presos na tela da televisão e nos obrigam a apertar logo o botão do controle remoto ao fim de cada capítulo, porque não conseguimos esperar os míseros 10 segundos para o próximo episódio ser exibido automaticamente.

Mas não é só isso. “Stranger” tem elementos adicionais que a tornam uma série policial TOP! A começar pelos personagens que, principais, secundários ou terciários, são TODOS esféricos e extremamente bem construídos, com atores extremamente excepcionais! Sério! Depois de algumas séries, de gêneros diferentes, cheguei à conclusão de que não existe ator mais ou menos na China e na Coreia! Os caras são excepcionais! Isso, por si só, já eleva a experiência.

Em “Stranger”, o personagem principal é o promotor Hwang Shi-Mok (vivenciado pelo ator Jo Seung-woo).


Stranger | Divulgação temporada 2


Shi-Mok tem algumas características muito marcantes como a total ausência de trato social e nenhuma empatia... por ninguém. Em razão questões fisiológicas (ao assistir a série você vai entender, não vou dar spoilers aqui), ele é incapaz de sentir emoções e, por isso, não se conecta emocionalmente com ninguém. Se, por um lado, parece horrível, no caso dele é uma grande vantagem que, somada à retidão de caráter, profunda ética e rapidez absurda de conexão mental e de organização de informação, o torna excelente promotor e uma ameaça ambulante para seus colegas corruptos.

A série começa, como sempre nesse estilo, com um crime. Porém, quanto mais informações Shi-Mok descobre, mais dimensões vão tomando corpo e cada vez mais a situação se afasta de um mero assassinato num tranquilo bairro residencial para se aproximar de um complexo crime político, que envolve pelo menos três esferas: a polícia (segurança pública), a promotoria (poder judiciário) e as grandes empresas (pilar econômico). Qual é o esquema e o que acontece até o caso ser resolvido, você terá que descobrir junto com nosso promotor, no seu caso assistindo no conforto do sofá.

O que posso adiantar é que Mok não está sozinho.

Por sorte do destino (e brilhantismo do roteirista), uma policial sagaz, cheia de valores e princípios éticos, cruza o caminho do nosso promotor. O nome dela é Han Yeo-jin (vivenciada pela atriz Bae Doona, da série “Sense 8”. Juntos, eles iniciam uma jornada para revelar e desmanchar um dos maiores esquemas de corrupção que eu já vi (perde somente para o nosso aqui, que infelizmente é real e TOP. Lamentável.).



Stranger | Divulgação temporada 1

Além de nos apegarmos aos personagens, principalmente àqueles que lutam pelo que é correto (e fazer o que é correto não é fácil), “Stranger” deixa aquela certeza de que existem pessoas comprometidas a dar o seu melhor e tentar reparar seus erros, ainda que o resultado não seja perfeito.

 

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo